Mente sã, corpo são

Pilates

Eu nunca tive o hábito de fazer atividades físicas. Talvez porque não tenha tido incentivo suficiente, já que meus pais nunca praticaram esportes (pelo menos não desde que me entendo por gente); ou talvez pelo meu perfil mesmo. Mas o fato é que, desde pequena, minhas atividades preferidas sempre estiveram mais ligadas ao exercício da mente: estudar, ler, escrever, assistir filmes, jogar jogos de tabuleiro, video game, baralho.

Claro que isso teve seus benefícios. Além de ter desenvolvido um lado racional forte e de ter aprendido muita coisa, sinto que minha cabeça fica sedenta por conhecimento e aberta para coisas novas. Mas sabia que precisava de me exercitar, não só por questões estéticas, já que sempre tive tendência a ser gordinha, mas por saúde e bem estar. Então, durante um tempo, fiz um esforço e me arrisquei um pouco na dança. Fiz jazz e dança do ventre. Depois, quando mais velha, tentei aulas coletivas em academias diversas, caminhadas, musculação e, por fim, natação. Mas nenhuma delas teve continuidade, porque não havia prazer envolvido.

Então, de uns anos pra cá, comecei a sentir que meu corpo também precisava desse estímulo e dinamismo que meu cérebro sempre conheceu. Que precisava gastar tanta energia que tenho e diminuir a ansiedade. Então, um belo dia, comecei a correr. Quase morri (pela falta de preparo), mas encontrei um esporte que fazia com que me sentisse bem.

Fui tomando gosto pela coisa. Desenvolvi paixão pela corrida que, rapidamente, se transformou em paixão por esporte. Correr começou a fazer parte da rotina e comecei a tomar gosto por outras atividades outdoor. Algumas delas, casaram perfeitamente com meu amor pela natureza e meu gosto por “mato”: trekking, rapel, montanhismo.

Completar a volta da Pampulha no ano passado (em 1h39) foi a coroação de uma mudança que só trouxe coisas boas. O esporte revolucionou minha vida, deu equilíbrio e movimento a ela! Hoje, corro, escalo, faço Pilates, pedalo. Cada dia, uma atividade, todos os dias. Não vivo sem e percebo o quanto o corpo foi feito pra se mexer; suas “respostas” não vêm somente em relação à estética, mas também à força, disposição, vitalidade e energia. E a mente também agradece: menos ansiedade, mais concentração e disciplina. Me sinto alegre, viva!

 

thaiswadhy

Hoje digo: mente e corpo estão em harmonia. Mente sã, corpo são. E vice versa.

Anúncios

3 comentários sobre “Mente sã, corpo são

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s